Lollapalooza

O mega festival que atrai aproximadamente 200.000 pessoas, originalmente de Chicago e em 2017  repete o formato de 2016 extendendo a programação para 4 dias!


Lollapalooza já se tornou uma marca, capitaneada por Perry Ferryl da banda Jane's Addiction, que se expandiu para a América do Sul (Brasil, Argentina e Chile) e teve sua primeira edição na Alemanha em 2015.

Ja estive em 5 edicoes do Lollapalooza e o festival sempre surpreende pela organização perfeita, shows pontuais e opções gastronômicas. A localização é demais, no coração do parque mais popular de Chicago; a vybe é incrível e o número de bandas chega a ser exaustivo. Praticamente todas as grandes bandas mundiais e DJs já se apresentaram no festival. E muitas bandas que começam em palcos pequenos rotuladas como "indie" reaparecem no line-up anos depois já mega-famosas.

O line-up normalmente é eclético justamente para atrair público de várias idades: em 2015 Paul McCartney e Metallica encabeçaram a lista, que vem recheada de muita coisa boa como Alabama Shakes e Of Monsters and Man entre muitos outros. Há inclusive um app do festival que ajuda o organizar o cronograma com tanta coisa para ver. Mas é legal também andar aleatoriamente e descobrir outros sons e bandas. Não me esqueço do Lolla 2012 no qual estava a caminho para ver Florence and the Machine e acabei parando em outro palco para ver uma dupla Nigeriana tocando música típoca super animada! A energia era tão boa que ficamos por ali mesmo dançando.


Dica de ouro: sempre tenha uma capa de chuva à mão. Já vi o festival ser cancelado, com evacuação total do parque emergencialmente em função de uma super tempestade imprevista. E também já vi shows totalmente debaixo d'água, como Foo Fighters em 2011. Vira um festival de lama, tipo Woodstock: uma beleza para quem está no clima paz e amor total!

Nos ultimos anos os ingressos se esgotaram em questao de horas, tanto o passe para 4 dias como os ingressos individuais. No momento somente pacotes VIPs ainda estao disponíveis no site oficial. Ou para os cantores bons e corajosos, da para ganhar ingresso nos karaokes patrocinados pelo festival! Finalmente, existem ingressos no mercado paralelo, sites como StubHub e Craigslist. O cuidado aqui é que os ingressos são pulseirinhas com chip, portanto tem que comprar com antecedência para dar tempo da pulseira chegar via correspondência. Ou combinar de pegar o ingresso em mãos, o que pode ser um pouco mais duvidoso.



Informações gerais:
  • Quando: sempre no primeiro final de semana de agosto
  • Onde: Grant Park
  • Música: tem para quase todos os gostos: rock clássico, indie rock, eletronica, hip-hop, pop, etc.
  • Público: alinhado com a música,também tem de tudo um pouco. No meu primeiro Lolla fotografei a família abaixo que acho bem a cara do festival: todas as idades e clima paz & amor total.
  • Pre-shows, After-shows & Afins: Muita gente que tá afim de ver só 1 banda específica ou não tá afim de encarar multidões, aproveita os after-shows. A semana do Lolla é agitada, muitas bandas aproveitam que estão na cidade para fazer 1-2 shows adicionais em bares ou casas de show. Há quatro anos rolou um show surpresa do Foo Fighters em uma casa de shows para 300 pessoas! Alguns shows são anunciados com antecedência, já outros 2h antes da venda de ingressso, portanto é bom estar alerta nos dias que antecede o festival.
Para finalizar top dicas dos próprios organizadores, que vale a pena ler antes de ir para o Grant Park! E para quem não conseguir ir, o live stream leva o festival até sua casa :)

Tempestade em 2011
Tempestade & Arco Iris em 2011
         

Para mais informações sobre outros festivais de música, clique aqui.

Perguntas ou comentários? Compartilhe aqui no post suas experiências ou mande uma mensagem no "Fale Comigo" aqui na coluna da direita! Tentarei responder o mais breve possível.

E continue Explorando Chicago!
Atualização | 02.jun.2016

FOTOS #LOLLA 2015