Londres, o Lado B

Atualizado | 21.apr.2014
Data da viagem |Apr.14

Voltar a Londres sempre é um privilégio! Desta vez, nas minhas horas de folga (já que estava trabalho) resolvi sair um pouco dos pontos turísticos clássicos para conhecer alguns mercados alternativos e feiras de rua em busca de algo um pouco mais com cara do dia-a-dia dos Londrinos. As opções são enormes e as descobertas de alguns desses lugares preciosos estão abaixo!
PS - clique aqui para o meu roteiro básico-clássico de Londres. 

Grafite @Upmarket em Shoreditch
Comecei com o mercado de antiguidades, moda e comida da Portobello Road. O mercado funciona em plenitude aos sábados e atrai muita, muita gente entre locais e turistas. Ao longo da rua que tem uns 3km, o estilo das lojinhas vai se alternando: começando pela entrada mais próxima a Notting Hill, há um trecho com roupas mais descoladas, depois brechós e barraquinhas com antiguidades até terminar com as comidinhas étnicas. Por ali comi um dos melhores red velvet cupcakes da vida (!!!) na Humminbird Bakery (Portobello Road 133), vale os minutinhos de espera na fila.
Para chegar há duas opções de underground: Ladbroke Grove (Hammersmith & City Lines) ou Notting Hill Gate, servido pelas linhas Central, Circle and District lines.

Grafite @Upmarket em Shoreditch
Outra área que consegui explorar no domingo pela manhã. Localizada na parte leste de Londres, Shoreditch é uma região super descolada, mais alternativa, com várias lojinhas autênticas, bares bacanas e restaurantes étnicos (muitos arabes e imigrantes em geral na região). É o tipo de área que, como Camden Town, concentra as pessoas que parecem "esquisitas" mas que certamente lançam tendências.

Comecei pelo Mercado de Flores da Columbia Road, que fica de fato beem lotado. Mas o dia estava lindo e a energia e alto astral das flores compensam. O blog Matraqueando também tem umas dicas legais sobre o Mercado de Flores, clique aqui.
Para chegar precisa dar uma caminhadinha desde o underground Liverpool. Siga o fluxo,  aos domingos todo mundo está indo paro Mercado de Flores.




Dali desci pela Brick Lane, uma ruazinha estreita que tem um mercado de antiguidades e bugigangas em geral, o Upmarket. Algumas coisas legais, outras nem tanto, as vezes dá impressão de ser um lugar um pouco “obscuro”, mas me senti segura o tempo todo.
Por ali tem umas ruas com grafites fantástico e vi vários fotógrafos circulando e registrando a street art da área. 

Upmarket em Brick Lane.





Seguindo passei pelo BoxPark (Shoreditch High St.), que é um shopping hipster no qual as lojas funcionam em containers. Infelizmente aos domingos as lojas estão fechadas e nao consegui ter um gostinho se o lugar vale para compras ou somente para ser visto.


Para fechar a caminhada (dá para percorrer tudo em 2-3h), continuei pela Commercial Street até Spitafields Martket, que é sensacional! Lembra um pouco o mercado de Camden Town, mas aqui é bem maior e organizado. Tem várias lojinhas com objetos de arte, roupas bacanas, acessórios, decoração, etc. O espaço também tem vários restaurantes e cafés, super gostoso para um brunch e relaxar no final de semana.
O underground mais perto do Spitafields é o Aldergate.




O Viaje na Viagem tem um mapa legal para conhecer as atrações da área. E outro mapa interessante para explorar a região é esse aqui.



View Londres: para entender Shoreditch in a larger map

Para completar a lista "mercados" desta visita, fui conhecer uma lojinha que definitivamente não fica na categoria "Lado B", mas ainda sim no lado AAA+ e vale a visita: a Harrods, o templo do luxo! Valeu pelo sorvete de pistache divino da Parlour e pelos educadíssimos atendentes que fazem qualquer plebeu se sentir da realeza. Mas compras mesmo, zero.


Nestes links tem outras referências e dicas sobre esses mercados que usei para montar meu roteiro: Viagem & Turismo e Viaje na Viagem